O 33° Sonho de Natal Canela, que começou em outubro e continua até 10 de janeiro de 2021, precisou de criatividade para driblar as restrições impostas pela pandemia do coronavírus. Os grandes espetáculos que reuniam multidões pelas ruas de Canela foram substituídos por apresentações virtuais, igualmente assistidas por milhares de pessoas no conforto de seus lares. Apesar das mudanças, o Sonho de Natal seguiu encantando e propagando a magia do Natal. E, nessa atmosfera lúdica, uma figura emblemática representou Canela dentro e fora da cidade: o Papai Noel.

Para espalhar a magia do Natal, o Noel de Canela viajou pelo Brasil e realizou uma diversidade de ações. “Realizamos um Sonho de Natal igual para todo mundo como sempre foi, mas desta vez em uma edição especial mostrando o valor da vida, o valor do amor, o valor da esperança. Sentimentos simples que Canela voltou a resgatar”, comenta o secretário de Turismo e Cultura, Ângelo Sanches. “O Sonho de Natal encantou o canelense e o turista porque fez com que não desanimássemos, que nos reinventássemos, cada vez mais pensássemos no próximo. O Sonho veio com a determinação de mostrar que dá pra continuar acreditando em um mundo melhor”, acrescenta Sanches.

VIAJOU O BRASIL

Diversos “bons velhinhos” fizeram rodízio na tarefa de dar vida ao personagem. Enquanto um fazia rapel em Brasília, outro recebia o voo inaugural da Azul em Canela, por exemplo. O Papai Noel Antônio Machado Reis, 67 anos, faz parte do Sonho de Natal há cinco anos. Nesta edição, percorreu mais de cinco mil quilômetros para divulgar a festividade natalina no Rio de Janeiro e em Brasília. “Uma das minhas melhores participações foi neste ano. Foi maravilhoso. Eu tenho maior orgulho em representar Canela”, comenta Reis. Ele incorpora o bom velhinho há mais de duas décadas, sempre alegrando as pessoas e levando uma mensagem de boas festas e prosperidade.

MONTANHISTA

Canela também conta com um Papai Noel radical em sua essência. O montanhista Daniel Jaggi, 39, trabalha no Sonho de Natal desde 1996. Em 2011, começou a descer de rapel a Catedral de Pedra. De ajudante do bom velhinho, passou a personagem principal e há três edições seguidas comanda as descidas do alto da igreja. Neste ano, ele e seus parceiros desceram de rapel a Cascata do Caracol. “A cascata foi um local diferente. Estava acostumado com a igreja e descer um dos principais pontos turístico do país foi muito gratificante. O Natal deste ano foi um pouco diferente, mas não deixamos de transmitir o espírito natalino com essas ações”, avalia Jaggi.

NA CASA

Há 12 anos atuando como Papai Noel profissional, Júlio Rodrigues, 66, foi um dos papais noéis oficiais do 33º Sonho de Natal. Ele recebeu crianças em sua casa no Centro de Canela e participou das Paradinhas de Natal distribuindo carinho. Com a bandeira vermelha no Modelo de Distanciamento Controlado, as atrações foram suspensas. “Mesmo em meio à pandemia, o Papai Noel gostaria de presentear a todas as famílias com muito amor, paz, saúde e alegria e desejar a todos que tenhamos um feliz Natal”, diz Rodrigues.

EXPRESSAR O AMOR

Julio Dias, 54 anos, trabalha como Papai Noel do Sonho de Natal de Canela há três anos. Nesta 33ª edição, ele teve um papel diferenciado: foi apresentador do evento em uma live para as redes sociais. “Natal é tempo de expressarmos o mais nobre dos sentimentos, o amor”, afirma Dias.

33° SONHO DE NATAL CANELA

O Ministério do Turismo – Governo Federal Pátria Amada Brasil, Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado do Rio Grande do Sul e o Parque Estadual do Caracol apresentam o 33° Sonho de Natal Canela. Com recursos da Lei de Incentivo à Cultura, o evento tem patrocínio de Golden Propriedades de Lazer e das Loterias Caixa. Co-patrocínio: ConnectCity e AdylNet. Apoio: Mundo a Vapor, Motormac, Grande Hotel Canela, Tempo Som e Luz, Vibe Locações e AirBnb. Colaboração: Skyglass Canela, Corsan, CHD Incorporadora, Coca-Cola, TCA Internet, Churrascaria Garfo e Bombacha, Casa Guarnieri, DolceMonte Chocolates Artesanais, Grupo Troca Logística, Sicredi, Bondinhos Aéreos, Parque Terra Mágica Florybal, Big Land Parque Temático e Água Mineral das Hortênsias. Apoio institucional: Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, Rek Parking, Corpo de Bombeiros, Brigada Militar e Polícia Civil. Produção artística: Fundação Cultural de Canela. Agente cultural: 1ª Casa Produções, e realização Secretaria Municipal de Turismo e Cultura de Canela e da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo – Governo Federal Pátria Amada Brasil.

 

Foto: Cleiton Thiele